°C °C
Publicidade

Popualção de Vespasiano vai pagar empréstimo de R$ 35 milhões para construção de via que deveria ser custeada pela Cimentoz Liz

Empresa assinou convênio em 2010. Atual gestão mudou o projeto e pegou empréstimo milionário

07/05/2024 às 11h13
Por: Redação
Compartilhe:
Popualção de Vespasiano vai pagar empréstimo de R$ 35 milhões para construção de via que deveria ser custeada pela Cimentoz Liz

A população de Vespasiano vai pagar a conta. Esse é o resultado da contratação de um empréstimo milionário feito pela Prefeitura de Vespasiano para a construção da nova via para a Cimentos Liz. A cimenteira assinou um Termo de Cooperação Técnica em novembro de 2010, com o município e o Governo do Estado assegurando que custearia toda a insfraestrutura para a nova via de acesso à empresa. Seriam investidos inicialmente R$ 21 milhões. Mas o acordo não foi cumprido e a Prefeitura de Vespasiano em 2019, contratou um vultuoso empréstimo na casa dos R$ 35 milhões de reais para realizar a obra que deveria ser feita pela Liz.

O projeto original previa uma pista 2,2km de extensão, com construção de uma ponte sobre o Ribeirão da Mata, uma Praça que levaria o nome Antônio Champalimaund, além da derrubada da antiga Rodoviária no bairro Caieiras e a construção do novo Terminal de Passageiros, ao lado da UPA 24H. Além disso, o projeto contemplava todo o tratamento paisagístico do trecho, com o recuo adequado as margens do rio, o plantio de árvores e espécies vegetais para o tratamento dos taludes.

Dentre as obrigações da Cimentos Liz em contrato estavam:

  • Custear toda a obra de construção da nova via de acesso.

  • Efetuar os pagamentos das desaproriações

Realizado o pagamento de R$ 536.915,60 (quinhentos e trinta e seis mil, novecentos e quinze reais e sessenta centavos).

  • Efetuar o pagamento referente a obra do novo Terminal de Passageiros estimada em R$ 2.400.000,00 (dois milhões e quatrocentos mil reais). Efetuado.

  • Implantar e manter um cinturão verde.

  • Efetuar a doação ao município de terreno no valor de R$ 231.000,00 (duzentos e trinta e hum mil reais).

Desapropriações

No mesmo ano de assinatura do termo de cooperação técnica, a Prefeitura de Vespasiano, no governo do então prefeito Carlos Murta, iniciou o processo de desapropriação dos imóveis por onde passaria a nova Via de Acesso a empresa e também da extensão da avenida Prefeito Sebastião Fernandes até a Linha Verde.

DER-MG

Todo o processo de construção da nova Via de Acesso seria feito pelo Governo do Estado através do DER – Departamento de Estrada e Rodagem e da Secretaria de Transportes e Obras públicas. Desde a licitação para contratação da empresa até a execução da obra que teria o prazo de 10 anos, sendo entregue em 2020. A manutenção da via, depois de concluída também ficaria por conta do Governo do Estado, uma vez que, ela seria inserida no Sistema Rodoviário Estadual. Sendo assim, o município de Vespasiano não teria qualquer custo com a construção e manutenção da nova pista.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários